arte site topo.jpg

HAKO Potiguar é uma instalação artística e interativa utilizando Projeção Mapeada, Dança e Música, onde os movimentos do corpo manipulam em tempo real as imagens e a música, gerando uma forma inovadora de expressão artística. 

circulo.jpg

O PROJETO

O projeto é resultado do workshop realizado pelo renomeado estúdio norte-americano BartKresa que lançou o festival como forma de expressão de arte remota global em período de pandemia. Utilizando a mesma escultura Hako, cada artista é responsável pelo seu próprio conteúdo. A versão brasileira é representada pelo potiguar Wil Amaral e leva o nome “Hako Potiguar”. A instalação foi contemplada pela Lei Aldir Blanc através da Fundação José Augusto e teve sua versão on-line gravada em Natal / RN no mês de abril de 2021. Nesta Performance, Wil Amaral adicionou recursos de interatividade, onde o sensor capta o movimento da bailarina e manipula as imagens em tempo real da projeção mapeada, como também controla efeitos sonoros e elementos musicais. O resultado é uma nova forma corporal de composições de imagens e sons.

Hako é a palavra japonesa dada a uma caixa que guarda itens preciosos. Este tipo de caixa saiu da china para o Japão através de monges budistas em 700 A.C. No decorrer do milénio, Hako tornou-se item exclusivo da realeza.

A concepção dada pelo artista para a versão potiguar, teve como base elementos naturais do planeta terra e do universo como fogo, água, minério, vento, luz e partículas, sendo o Hako a caixa que guarda esses preciosos elementos e os expõe através da interação com o corpo humano.

COMO FUNCIONA

A instalação Hako Potiguar foi pensada na interatividade, ela consiste em uma escultura que recebe projeção mapeada em todas as faces. Através de um sensor Kinect, os movimentos do corpo humano são captados e transformados em dados que são manipulados e através de uma programação definida, essas informações podem exercer uma infinidade de controles, desde a cor de um determinado elemento para a imagem projetada, à intensidade de um instrumento musical por exemplo. O sistema é capaz de captar diversas partes distintas do corpo como mãos, pés, joelhos, cabeça, cotovelo, tronco e, o programa pode realizar diferentes tarefas para cada parte do corpo independentemente e ao mesmo tempo. Em uma das cenas da performance por exemplo, temos uma programação que faz produzir uma explosão (som e imagem), sempre que as duas mãos da bailarina se unem por mais de 2 segundos. Outro exemplo, é uma mão que controla a cor e a outra mão controla o brilho da imagem, quando a mão se eleva, aumenta o brilho como também o volume de um determinado som.

A parte musical é tocada em um software de áudio (Reason) rodando paralelamente que recebe as informações que são convertidas em MIDI e executadas em tempo real. Podemos ter vários canais musicais e efeitos sonoros, transformando o corpo humano indiretamente em um instrumento musical ou maestro. 

TD site.jpg
fotos faixa.jpg

PRÊMIO

O projeto foi inscrito na III edição do Festival Reconvexo, e faturou a quarta colocação como melhor Projeção Mapeada na categoria Premiação Nacional. 

premio.jpg
ALDIR BLANC RÉGUA NEGATIVA.jpg